Como a Fertilização InVitro pode ajudar a prevenir a Síndrome de Down.

Todas as características físicas que um ser humano possui são herdadas a partir dos genes oriundos de seus pais. Geralmente, eles vêm aos pares, mas em alguns casos, como no…

Todas as características físicas que um ser humano possui são herdadas a partir dos genes oriundos de seus pais. Geralmente, eles vêm aos pares, mas em alguns casos, como no da Síndrome de Down, pode haver uma alteração cromossômica e esse número ser maior ou menor.

No caso da Síndrome de Down, trata-se de uma trissomia do cromossomo 21, ou seja, ao invés de o embrião possuir 2 cromossomos, ele apresenta 3 cromossomos.

Esse fato se dá com mais frequência em mulheres acima de 40 anos, mas é importante salientar que a trissomia é um fenômeno que pode acontecer em qualquer gestação.

Para as mulheres acima de 40 anos que buscam um tratamento de fertilização in vitro (FIV) e casais que possuem histórico familiar, é comum que a clínica realize uma avaliação genética embrionária pré-implantacional, para identificar se há trissomia do cromossomo 21 nos embriões.

No dia 21/03, homenageamos os portadores com Síndrome de Down e suas famílias, por serem exemplos de luta, resiliência e amor incondicional.

Para saber mais sobre Análise Genética, clique aqui.
Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.