Já ouviu falar em Babymoon?

Conheça esta prática que virou moda entre os casais recém-grávidos!

Babymoon é uma espécie de lua de mel em que o casal viaja para aproveitar alguns momentos juntos antes da chegada do bebê. A ideia é muito boa, mas como toda gestação requer alguns cuidados, preparamos algumas dicas para você curtir a sua babymoon sem abrir mão dos cuidados com a gravidez.

 

1 – Pré-Natal em dia
É muito importante que o resultado dos seus exames estejam bons para que você tome a decisão de viajar durante uma gravidez. Por isso, a importância de fazer o pré-natal todos os meses e cuidar da saúde e da alimentação desde cedo. Assim, quando a sua babymoon chegar, você estará com tudo em cima para curtir só a parte boa da viagem.

 

2 – Fale com seu obstetra
Antes de comprar a passagem, é importante falar com o seu médico sobre seus planos de viagem e escutar a recomendação dele. O especialista poderá oferecer um ponto de vista profissional sobre destino, duração da viagem, tipo de atividade recomendada para a gestante, vacinas que você pode ou não tomar e muitas outras coisas que vão fazer a diferença no seu aproveitamento da viagem.

 

3 – Evite o primeiro trimestre
É nesse período que a mulher está mais suscetível às oscilações hormonais, que causam os famosos enjoos e mudanças de humor. Se mesmo assim, você optar por viajar no primeiro trimestre, escolha viagens mais curtas para que haja a possibilidade de voltar para casa ao menor sinal de desconforto.

 

4 – Desacelere a partir 35ª semana
No último trimestre da gestação, a mulher pode sentir mais cansaço e dores nas costas, mas ainda assim, ela consegue aproveitar a viagem. Mas é a partir da 35ª semana de gestação que recomendamos que a futura mamãe fique em casa, pois a qualquer momento o bebê pode chegar.

 

5 – Atenção para o meio de transporte
Companhias aéreas e navios possuem restrições para receber passageiras grávidas, então é sempre bom consultar a companhia para não ter nenhuma decepção no caminho. Já o código brasileiro de trânsito não apresenta nenhuma restrição sobre isso, mas é um consenso entre os obstetras que a mulher grávida pare de dirigir a partir da 36ª semana de gestação.

 

6 – Use repelente
Não importa se vai para a praia ou para o campo, é importante se prevenir contra doenças transmissíveis por insetos que podem prejudicar o bebê. Procure repelentes cujas fórmulas que contenham IR3535, icaridina ou Deet a uma concentração entre 10% e 50%.

 

Na dúvida, fale com o seu médico!

Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.