Vou tratar um câncer de próstata, posso ter filhos no futuro?

A quimioterapia é um procedimento agressivo, que normalmente afeta a qualidade dos gametas de quem passa pelo tratamento. Por isso, o recomendado é que o paciente nessa situação realize o…

A quimioterapia é um procedimento agressivo, que normalmente afeta a qualidade dos gametas de quem passa pelo tratamento. Por isso, o recomendado é que o paciente nessa situação realize o congelamento de seus espermatozóides antes de iniciar o tratamento, garantindo assim gametas saudáveis para uma futura gestação.

Ao ser diagnosticado com câncer o primeiro pensamento, e mais lógico, é iniciar um tratamento o quanto antes. Mas o que poucas pessoas avaliam nesta hora é a questão da preservação da fertilidade.

Estudo apontam que 1/3 dos pacientes que fazem tratamento oncológico terá infertilidade permanente. Se você não pretende ter filhos, isto não é um problema, mas se você pensa em ter filhos é muito importante avaliar este fator antes do início do tratamento.

Para a preservação da fertilidade masculina ha dois métodos para a coleta dos espermatozóides:
– por masturbação (método não-invasivo) quando ha espermatozóides no sêmen.
– técnicas de retirada dos espermatozóides diretamente dos testículos quando não há espermatozoides no sêmen ejaculado (azoospermia)

Após a obtenção dos espermatozoides o mesmo é criopreservado (congelado) a -196 oC e armazenado por tempo indeterminado. Mas tudo precisa ser feito antes do início do tratamento contra o câncer.

A técnica de congelamento de espermatozóides permite que o casal possa ter filhos no futuro através das técnicas de Inseminação Artificial e Fertilização in vitro.

Vale lembrar que a fertilidade pode voltar ao normal de seis a doze meses após o termino do tratamento.

 

Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.