A primeira consulta

Na primeira consulta você terá o primeiro contato conosco pessoalmente. Conhecerá a clínica e o médico/a médica que escolheu.

primeira consulta reproducao humana

Na primeira consulta você terá o primeiro contato conosco pessoalmente. Conhecerá a clínica e o médico/a médica que escolheu.  É  um momento muito importante para nós, hora de escutar bastante e também de falar, por isto reservamos uma hora e meia para nos conhecermos e conversarmos com calma. Nesta consulta você exporá seu problema, suas angústias e receios, tirará suas dúvidas e juntos pensaremos no melhor caminho a ser seguido.

Sabemos que não foi fácil chegar até aqui e que possivelmente um milhão de coisas estão passando pela sua cabeça. Por isto preparamos algumas dicas para você aproveitar melhor a consulta.

  • Tente chegar pelo menos 15 minutos antes do horário da consulta: considerando as dificuldades de deslocamento que enfrentamos por vezes em São Paulo, programar-se para chegar um pouco antes do horário é importante para aproveitar todo o tempo da consulta com tranquilidade. Além disto, precisamos de um tempinho para preencher um cadastro com suas informações.
  • Anote suas dúvidas antes de vir à consulta: isto evita que você esqueça de perguntar algo importante sobre o qual tenha dúvida.
  • Para as mulheres: caso tenham um diário menstrual (aplicativo de celular ou diário propriamente dito) tragam à consulta. Informações sobre o ciclo menstrual (duração e intensidade do fluxo, intervalo entre as menstruações, data das últimas menstruações e sintomas associados a menstruação como, por exemplo, cólicas) são muito importantes.
  • Informações sobre doenças atuais ou passadas, cirurgias, alergias, medicações que estão sendo usadas e/ou cuidados especiais são também bastante importantes. Caso acredite que poderá esquecer alguma informação na hora da consulta, traga estas informações anotadas.
  • Caso já tenha feito algum tratamento para engravidar, gostaríamos de saber, se possível, o tipo de tratamento realizado, as medicações e doses que foram utilizadas, se houve alguma intercorrência durante o tratamento e qual foi seu resultado.
  • Informações sobre a família também podem ajudar, principalmente sobre os parentes mais próximos (pai, mãe, irmãos e irmãs, avós, tios e tias): se alguém já teve dificuldade para engravidar, endometriose, menopausa precoce (menos de 40 anos), ocorrência de gestação em mulheres com mais de 40 anos, histórico de câncer (principalmente de mama, útero, ovários e testículos) e de doenças hereditárias raras.
  • Traga os exames que já fez, principalmente os mais recentes, desde os exames periódicos até os mais específicos que por ventura já possa ter feito.
  • Na primeira consulta é comum fazermos uma ultrassonografia transvaginal e um exame ginecológico para avaliar o útero e os ovários. A ultrassonografia pode ser feita inclusive com a mulher menstruada. De fato, para avaliar os ovários o melhor período do ciclo menstrual é durante a menstruação. Portanto, se estiver menstruada no dia da consulta não se preocupe.
  • Não é necessário estar em jejum para a consulta, pois normalmente não são solicitados exames de sangue para serem feitos no mesmo dia.

Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.