Laparoscopia

A laparoscopia é a visualização das cavidades abdominal e pélvica com o auxílio de uma ótica e de uma câmera específicas, normalmente introduzidas dentro do abdome por uma pequena incisão (10-12mm) no umbigo. Permite a inspeção de todos os órgãos do abdome e da pelve, como numa cirurgia convencional, mas com mais detalhes devido ao aumento de imagem que a câmera proporciona.

A laparoscopia é a visualização das cavidades abdominal e pélvica com o auxílio de uma ótica e de uma câmera específicas, normalmente introduzidas dentro do abdome por uma pequena incisão (10-12mm) no umbigo. Permite a inspeção de todos os órgãos do abdome e da pelve, como numa cirurgia convencional, mas com mais detalhes devido ao aumento de imagem que a câmera proporciona.

É necessária anestesia geral, pois o abdome deve ser distendido com gás carbônico para permitir a visualização dos órgãos. Apesar de poder ser apenas diagnóstica (para inspeção e biópsia de estruturas suspeitas), a modalidade mais comum é a cirúrgica, na qual realizam-se intervenções para correção de distúrbios. Nesta situação, além da incisão umbilical para a introdução da câmera, é necessário fazer mais duas a quatro incisões auxiliares (5-15mm cada) para a introdução das pinças e materiais de cirurgia. A posição destas incisões auxiliares depende do local a ser operado. No caso de cirurgias pélvicas, por exemplo, as incisões auxiliares normalmente são dispostas próximo a “linha do biquíni”.

Atualmente, é possível fazer pela via laparoscópica grande parte das cirurgias que antigamente só poderiam ser feitas com incisões tradicionais. Inclusive, para alguns tipos de cirurgia a via laparoscópica se tornou a preferencial. A magnificação de imagem proporcionada pela câmera e pela ótica, associadas a delicadeza das pinças utilizadas, permite realizar cirurgias com grande precisão, diminuindo o tempo de recuperação e as taxas de complicações operatórias. Evidentemente que para que estes benefícios sejam alcançados o cirurgião deve ser experiente com este tipo de abordagem.
Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.