Transferência de embriões congelados

Tratamento para engravidar

O tratamento “banco de embriões” torna-se uma grande alternativa pois pode proporcionar, em algumas etapas, os bons embriões necessários para a gravidez.

Existem situações em que algumas pacientes ainda tem óvulos mas tem uma baixa resposta às medicações indutoras de ovulação.  Definimos assim as má-respondedoras.

Nesta situação, mesmo altas doses de indutores de ovulação não são capazes de gerar resposta ovulatória adequada. Assim, o tratamento que chamamos transferência de embriões congelados torna-se uma grande alternativa pois pode proporcionar, em algumas etapas, os bons embriões que necessitamos para a gravidez.

Este tratamento se inicia com a indução de ovulação, que pode ser feita das seguintes maneiras:

  • Ciclo Espontâneo: nesta opção, não utilizamos nenhuma medicação indutora de ovulação nos primeiros dias do ciclo. O que fazemos é monitorar, por meio de ultra-som, o desenvolvimento do folículo que se desenvolverá de forma espontânea (portanto teremos, na maioria das vezes, um folículo se desenvolvendo). Quando o (s) folículo (s) atinge o tamanho de 14-15 mm utilizamos 2 a 3 dias de doses mínimas de indutores de ovulação para promover o final do amadurecimento ovulatório. Após isso, procedemos a coleta de óvulos e, se este for maduro, promovemos sua fertilização “in vitro” (FIV).
  • Ciclo induzido: nesta opção, utilizamos pequenas quantidades  de medicações indutoras de ovulação (já que utilizar grandes ou pequenas quantidades nestas pacientes tem o mesmo resultado). A ovulação é então monitorada, por meio de ultra-som. Quando o (s) folículo (s) estiver pronto, procedemos a coleta de óvulos e, se este for maduro, promovemos sua fertilização “in vitro” (FIV).

Após a fertilização “in vitro” (FIV), o(s) embrião(s) que se formar é congelado. A idéia é fazermos ciclos consecutivos até atingirmos 2 a 3 embriões  congelados com boa qualidade.

Em seguinda preparamos o útero da paciente e procedemos a transferência dos embriões congelados.

Nota: Por se tratar de fatores biológicos, físicos e individuais de cada paciente, a realização do tratamento não é garantia de gravidez.
Ainda tem duvida? Clique aqui e saiba mais.

Artigos Relacionados

fiv-fertilizacao-invitro
Fertilização “in vitro”

Atualmente a fertilização “in vitro” é o principal tratamento realizado nas clinicas de reprodução humana.

saiba mais +
iStock_000026608883XSmall
Saiba mais sobre o tratamento do aborto de repetição e falha de implantação

Conheça as condutas tomadas de acordo com as causas diagnosticadas para os casos de aborto de repetição e falha de implantação…

saiba mais +